FEVEREIRO

EDITORIAL

IMO: UM PROJETO DE DEUS

      A Irmandade Metodista Ortodoxa não é apenas o nome de uma denominação, mas um projeto de Deus. Ela não é fruto de rebelião, de sonho de realização humana, nem resultado de choque de lideranças por disputa de poder ou coisa do gênero; mas fruto  de postura com posicionamento firme e ortodoxo de pessoas comprometidas com as doutrinas das sagradas Escrituras.

     O apóstolo Paulo, distante do seu discípulo Timóteo e preocupado com a sua consolidação no ministério, traça o perfil de obreiros e lhe escreve: “Escrevo-te estas coisas esperando ir ver-te bem depressa; mas, se tardar, para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a Igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade”. (I Timóteo 3.15). Ora, em 1934 quando essa revelação de Paulo corria risco quanto à sua aplicação no Seminário Metodista de Juiz de Fora, surge a voz de um homem de Deus comprometido com a ortodoxia da Palavra, colocando-se, pagando o preço pela sua postura, e firmando posição como “Coluna e firmeza da verdade”. Pelo que recebeu do Senhor um nome para essa obra: IRMANDADE METODISTA ORTODOXA; o que na prática indica:

     IRMANTADE: Unidade, comunhão e compartilhamento.

     METODISTA: Método, organização e definição de postura.

     ORTODOXO: Firmeza, fidelidade, e obediência às Sagradas Escrituras.

      Isso não é resultado análise etimológica das palavras, mas uma tradução funcional e prática; até porque não se trata de um rótulo, mas de uma postura real.

     Em virtude de assumirmos essa marca abençoada, nos foi levantado em um dos nossos Concílios pelo saudoso Bispo Samuel Henriques da Matta, como lema (Fil 1.16) que parafraseando palavras do próprio Paulo diz: “Estamos incumbidos da defesa do Evangelho”; o que nos induz a ser “Coluna e firmeza da verdade”; do contrário, não teríamos condição de defender nada, menos ainda “O poder de Deus para a salvação de todo o que crê”. (Romanos 1.16).

     Vale lembrar que a postura é o que define a força e a firmeza de uma coluna, ela torta não merece confiança quanto à sua função; logo, se ela é firmeza da verdade tem que ter a verdade, e a retidão como postura; e mais, além de ser formada por uma liga composta de elementos sólidos e consistentes, uma coluna nunca é de partes isoladas. Mesmo sendo de ferro tem que ser protegida das intempéries do tempo para não enferrujar.

     A única coluna que é forte sozinha é a Verdade; por isso temos que estar nela para sermos inabaláveis..

      Amados, eu creio que neste novo ano Deus vai nos tratar nesse aspecto; mas, não nos assustemos, “O Senhor conhece os que são seus”; apesar dos riscos desse tempo moderno a essência da IMO há de ser definida e visível, pois é ela que nos identifica; não podemos viver defendendo o Evangelho com força, estratégias humanas, nem mentiras; ela é Embaixada do reino de Deus na terra e não pode ser parecida com os reinos desse mundo.

     É nessa marcha e com essa definição que comemoramos 85 anos no dia 31 de janeiro, e entre muitas outras coisas, o que justifica a mão de Deus sobre nós é que como Ortodoxos: “...Tendo pouca força, não negamos o nome do Senhor, nem negociamos a sua palavra”  (Apocalipse 3.8). Louvado seja o Senhor.                      

                                                                                         Bispo José Francisco da Silva

    

 

     COMUNICADO DO PD

     Em virtude dos resultados da eleição da Diretoria ocorrida no 84º Concílio Geral da IMO, como é do conhecimento de todos, o PD teve que fazer algumas mudanças no seu quadro e no planejamento para 2019.

     Dentro desse contexto está a mudança da gestão financeira, com a substituição do gestor anterior, Bispo Eli Lage Bento, pelo critério de gestão que consta no Estatuto e Regimento Interno da IMO, que define o Presidente e o Tesoureiro como responsáveis diretamente pela gestão financeira. Como já é do conhecimento de todos o atual tesoureiro é o Pastor José Ricardo Castro da Silva, da IMO 42.

    Com isso, a partir de agora qualquer assunto ligado às finanças da IMO, como Dízimo dos dízimos, conta bancária, ajuda pastoral etc. será tratado com os membros da nova gestão; e se necessário aprovado pelo PD.

    Essa mudança realizada, além de atender ao que foi proposto pelas lideranças através do pleito de setembro de 2018, visa melhorar a transparência e a eficiência nesse aspecto; com maior participação do PD na administração e destinação das finanças da denominação,

     Pedimos a compreensão e cooperação de todos os pastores e líderes, pois será para o bem de todos, e em especial para a obra de Deus.

                                                                                     Presbitério Deliberativo 

     PENSAMENTO

     Verdade, Justiça, e Autoridade não são de propriedade particular de ninguém, elas estão onde os princípios que lhes são próprios existem; onde a natureza do próprio Deus impera.

                                                                                       Bispo José Francisco da Silva

CONGREGAÇÃO EM PRADOS VERDES

     O Pastor Saidy Nalco Abenassiff com o seu ministério comemorou o 7º aniversário da Congregação em Prados Verdes por ele presidida.

     Esse trabalho foi iniciado pela IMO Bangu; pertence ao XII Distrito, sob a Superintendência do Pastor Ariedes Barroso Reis, e à IV Região Eclesiástica, Superintendente Pastor Marco Antonio de Sá e Souza.

     Durante cinco anos o trabalho foi presidido pelo Pastor Marcelo Molina, com a sua mudança para os Estados Unidos, transferiu a responsabilidade para o Pastor Saidy que tem feito um trabalho excelente; com fidelidade a Deus, e às suas lideranças; por isso Deus tem honrado o seu ministério.

     No dia 06 de janeiro, por ocasião do 7º aniversário, o Bispo José Francisco da Silva esteve visitando pela manhã e ministrando para os irmãos.

     Deus continue abençoando mais essa nova frente de trabalho da IMO. 

           

      INFORMAÇÃO DO PD SOBRE O STMO

      O PD informa que, a partir do mês de janeiro de 2019 a IMO não terá mais participação nos assuntos administrativos, financeiros, e pedagógicos do Seminário Teológico Metodista Ortodoxo; ficando essa responsabilidade exclusivamente com a sua diretoria e de acordo com o seu próprio Estatuto. 

                                                                                Presbitério Deliberativo

      DÍZIMO: ALIANÇA E FIDELIDADE

      O dízimo não é da Lei, nem da Graça. O dízimo nasceu de uma aliança firmada antes da Lei; quando Abraão e Melquisedeque encontraram-se e trocaram presentes como marco de uma aliança. Sendo Melquisedeque o Sumo sacerdote da Nova Aliança, entendemos que ali foi fechada a união entre o Antigo e o Novo Testamento.

      Nessa aliança, Abraão foi abençoado por Melquisedeque e lhe deu como ato de fidelidade o DÍZIMO.

      Infelizmente quem não teve o prazer de ser um dizimista convicto começa a bisbilhotar se o dízimo é bíblico, se é de Deus, se está no Novo testamento, se é da Lei, mas quem tem parte na aliança entre Deus e os homens na condição de filhos, entendem que ser dizimista não é uma obrigação legal nem uma condição para ir para o céu, mas um prazer incomparável de ser fiel à aliança firmada.

      O profeta Malaquias fala disso como sendo um mandamento; (Malaquias 3.10). Jesus quando criticou os fariseus pela insensatez de querer se justificar por serem dizimistas, deixando de lado o amor e a misericórdia; a sua palavra foi: “Deveis dizimar, mas sem esquecer-se de praticar a misericórdia”. (Mateus 23.23); portanto não aboliu o dízimo.

      Por isso, ser dizimista é uma questão de aliança com Deus, não depende de concordar ou entender; o dízimo nasceu de aliança e como tal deve ser exercido como aliança e fidelidade; não pode ser ponto de contenda porque não é imposto, quem crê e é aliançado com Deus é dizimista; agora, se o relacionamento de alguém com Deus é apenas uma troca, um negócio, não existe aliança; logo o dízimo torna-se nulo quanto à sua origem, ao sentido, e ao objetivo, pois não se trata de obrigação.

     O curioso é que eu só vejo questionar o dízimo quem não é dizimista ou quem não quer ser; pois os que são fiéis estão muito alegres e abençoados. Por isso eu tenho prazer de ser dizimista, pois “Deus ama ao que dá com alegria”.                    

                                                                                     Bispo José Francisco da Silva

     IMO EM NOVA FRIBURGO

     Louvamos a Deus por esse trabalho que cresce e se fortalece a cada ano; nesse mês de janeiro foram batizados ali 10 novos irmãos, e mais três serão em breve. O Senhor tem acrescentado vidas àquele lugar, louvado seja o seu nome.

      Vale informar que o Presbítero Rafael Correia de Almeida, um obreiro valoroso formado no ministério do Pastor Roberto Moura, de Cosmos, está agora com sua esposa Joyce Correia de Almeida e seus filhos, cooperando com o Pastor Eduardo Cosenza ali em Friburgo, tendo em vista a sua transferência de trabalho para aquela cidade. Louvamos a Deus por isso, e pelo espírito cooperador do seu Pastor, Roberto Moura, que de bom grato possibilitou essa transferência. Parabéns a todos.

                                                                                      Presbitério Deliberativo.

     IMO EM ITAPIRA (SP)

     Deus tem abençoado essa obra ali em São Paulo. Sob a presidência do Pastor Sidnei Vicente, com a participação ativa e direta de sua esposa Pastora Ana Paula, essa obra tem crescido em número e amadurecimento espiritual. Louvamos a Deus pela lealdade de sua liderança, pastores e ministério em geral, com a denominação; o pastor Sidnei tem passado para a congregação tudo que já assimilou da essência da IMO, e isso tem contribuído para um crescimento unânime e seguro de todo corpo.

     Devemos enfatizar que nenhum de nós, na militância ministerial da IMO, tem direito legal nem legítimo, seja no campo emocional, sentimental ou espiritual de abrir trabalho para benefício próprio ou ministério pessoal; isso o Pastor Sidnei, por ser um homem de Deus fiel e comprometido com o Reino, entendeu e está exercendo a sua  autoridade com esse perfil no nosso meio. Essa é a razão do sucesso do seu ministério em Itapira.

     Parabéns a todos nós, aos obreiros locais, onde citamos o Pastor Davi, pioneiro, o Presbítero Carlos, fiel escudeiro, e todos os demais cooperadores do Pastor Sidnei pela destreza e lealdade; a nós outros por ganharmos de Deus uma equipe que soma conosco, e dignifica o nome do Senhor.

                                                                               Bispo José Francisco da Silva       

  

 

   GANHAR ALMAS: MISSÃO EXCLUSIVA DA IGREJA

   Amados, no contexto bíblico observamos uma definição quanto à razão de ser da Igreja, em dois pontos:

a)      Postura – Por ela nos preparamos através da santificação para morar no céu; exercitamos nossas ferramentas, como oração, jejum, comunhão etc. alcançando o crescimento e o amadurecimento na direção do varão perfeito que nos espera na pátria celestial.

b)      Missão – Essa eu chamei de única porque só tem um objetivo, ganhar almas para o Reino de Deus; por ela não recebemos destaque, ela não depende de graduação nem status; quem ganha alma é sábio, disse Salomão, independente de título ou cargo eclesiástico. Além do mais, se a Igreja não aplicar o coração nisso perde o seu objetivo, afinal ela foi salvar para salvar.

     Buscar a santificação é uma questão de sobrevivência espiritual de cada membro, jejuar e orar é alimentar espiritualmente a si próprio, mas pregar o Evangelho, Paulo disse que para ele era obrigação imposta.

     Evangelizar é prestar serviço aos perdidos e fazer crescer o Reino de Deus.

     Por isso classificamos como “Missão única”, somente à Igreja foi dada essa incumbência.   

     Conclamamos a todos os amados a dar no ano de 2019 um lugar distinto e preferencial para a evangelização; promovendo ao invés de simplesmente festas, “Festa no céu”, que segundo a bíblia acontece quando um pecador se arrepende. Contamos com a compreensão de todos.

    Creio que os problemas locais e pessoais serão diluídos no contexto da evangelização, pois a Igreja que estiver focada em ganhar almas, não terá tempo de gerar problemas internos.

    Cuidemos das coisas do Reino, que as nossas prioridades Deus cuidará. (Mateus 6.33). Deus abençoe a todos.

                                                                            Bispo José Francisco da Silva.

    RETOMADA DOS DEPARTAMENTOS

    Estamos estruturando as atividades para 2019 e organizando, com seus líderes, os projetos de cada departamento.

    O Departamento de mulheres já elegeu a sua diretoria e em breve estará fazendo a primeira reunião com vistas ao primeiro encontro de junho; esse encontro tem sido maravilhoso e tem contado com cerca de 400 irmãs, em média.

    O ENJADIMO tem sido até agora o líder de participação, todos os anos tem sido uma frequência média de 700 a 1.000 jovens no Rio de Janeiro; esse ano não será diferente. A Diretora Solange em breve vai está convocando a sua equipe para traçar os itens do projeto para o 7 de setembro.

     Este ano o Pastor Valmir Couto, da IMO Juiz de Fora, solicitou cobertura para fazer lá também esse movimento jovem.

     Os varões por sua vez também estarão em breve se estruturando para o encontro de agosto; o Evangelista Vagner, da IMO do Km 42, vai estar convocando a sua equipe para preparar o seu Encontro.

     Quanto ao trabalho missionário, em breve estaremos falando.

     Assim é o Projeto IMO, um projeto que por ser de Deus, não pode parar. Vamos juntos que o Senhor é conosco.      

                                                                               Presbitério Deliberativo

   REORGANIZAÇÃO DISTRITAL

   Prezados Pastores do 6º Distrito Eclesiástico, Na impossibilidade do pastor Jônatas de Meneses Bento continuar na Superintendência desse distrito, e na falta imediata de um substituto, o PD está distribuindo os trabalhos que o compunham da seguinte forma: Os trabalhos presididos pelos Pastores: João Gomes da Silva, João Batista Pereira, Jaime Aguiar Santos, Carlos Antonio Máximo e Pastora Neuza Maria de Moraes Conceição passam para o 7º Distrito. Distrital: Pastor JORGE LUIZ OLIVEIRA FORTUNATO, da IMO 54. Regional: Pastor MARCO ANTONIO SILVESTRE GOMES.

   Os trabalhos presididos pelo: Bp Eli Lage Bento, Pb Davi dos    Santos, Prª Andréa da Silva passam para o 13º Distrito. Distrital: Pastor LUIZ ANTONIO LOPES DA SILVA, da IMO Realengo. Regional: Pastor MARCO ANTONIO DE SÁ E SOUZA.     

   IMO Itapira, presidida pelo Pastor Sidnei Vicente da Silva, Passa para o 11º Distrito. Distrital: Pastor Edson Joaquim da Silva, da IMO El Shaddai. Regional: Pastor PABLO RAMALHO.

   Devo informar que essas alterações distritais já ocorreram em outros momentos, por isso não são novidade; o propósito para os Distritos é não deixar nenhum trabalho disperso ou solitário; como Irmandade, temos que nos preocupar com isso.

   Pedimos a compreensão e cooperação de todos para que tudo vá bem e todos nós sejamos abençoados.

                                                                        Presbitério Deliberativo